Reumatismo na Infância e Adolescência

Reumatismo na Infância e Adolescência

Revisado por: - CRM-SC 4848 RQE 1071
Publicado em 04/12/2018Atualizações Científicas Desvendando mitos Tratamento

reumatismo-na-infancia-e-adolescencia

É mito pensar que doença reumática ocorre somente no adulto ou na pessoa idosa. Crianças e adolescentes também podem desenvolver doenças reumáticas, de vários tipos, desde a mais tenra idade. A Artrite Idiopática Juvenil, antes chamada Artrite Reumatóide Juvenil (ARJ), refere-se a um grupo de doenças caracterizado por artrite crônica que ocorrem em crianças até os 16 anos.

Quais os sintomas?

No Brasil não se sabe a incidência, mas nos Estados Unidos há cerca de 300 mil crianças com esta doença.  A suspeita se dá quando uma articulação está inchada, quente, tem certa rigidez e persiste por período igual ou maior a seis semanas. Pode ter uma ou várias juntas inflamadas. Também pode ter sintomas gerais como febre, inapetência, lesões de pele e até de órgãos internos. A causa ainda é desconhecida, mas não é doença infecto-contagiosa.

Diagnóstico do Reumatismo na Infância e adolescência

O diagnóstico permanece clínico, ou seja, não há exame laboratorial específico. Assim muitas vezes é necessário descartar outras doenças não reumáticas, como infecções, doenças hematológicas, neoplasias, imunodeficiências e outras doenças reumáticas autoimunes para, por fim, se definir pelo diagnóstico definitivo de AIJ ou não.

Como tratar?

O tratamento é feito com medicação anti-inflamatória, medicamentos modificadores da atividade da doença e fisioterapia.  Por isso, é muito importante a consulta de um especialista, no caso o reumatologista ou reumatologista pediátrico.

Material revisado por:
- CRM-SC 4848 RQE 1071

Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Pelotas – UFPEL - 1984 Especialista em Medicina Interna e Reumatologia pelo Hospital de Clinicas de Porto Alegre/RS -1985-1989 Especialista em Terapia Intensiva pela AMB e AMIB - 1994 Subespecialidade: Habilitação em Densiometria Óssea pela SBDENS/CBR - 1998 Título de especialista em Reumatologia AMB/SBR - 1988

Cartilhas

As doenças reumáticas têm maior sucesso no tratamento quanto mais cedo forem diagnosticadas. Para isso, é importante estar alerta aos fatores de risco e sintomas das principais doenças.

Ver cartilhas
cartilhas